Ajude à Igreja que Sofre: 15 países se uniram em oração pelos cristãos perseguidos

Igreja

Na quarta-feira, 27 de novembro, foi celebrada a “red wednesday”, ou “quarta-feira vermelha”, que consistia em iluminar de vermelho 223 igrejas, edifícios emblemáticos ou monumentos em todo o mundo para lembrar os cristãos perseguidos e exigir respeito pela liberdade religiosa.

Esta iniciativa da Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) ocorreu no Reino Unido, Holanda, Portugal, Áustria, Estados Unidos, Irlanda, Alemanha, Polônia, República Tcheca, Hungria, Itália, Suíça, Filipinas, Eslováquia e Bulgária.

No Reino Unido, 120 edifícios foram iluminados de vermelho, incluindo 13 catedrais.

Sete catedrais na Austrália também participaram dessa iniciativa em 20 de novembro.

Segundo o Relatório de Liberdade Religiosa publicado pela ACN, os cristãos são a religião mais perseguida no mundo.

Com esta iniciativa, Ajuda à Igreja que Sofre visa elevar sua voz pelos 300 milhões de cristãos em todo o mundo que vivem em ambientes onde são violentamente perseguidos, discriminados e proibidos de professar publicamente a sua fé.

ACI