Após meses de confinamento retornam as ordenações nas dioceses de Angola

Igreja na África

Depois de sucessivos adiamentos por conta do Covid-19 algumas dioceses da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST) testemunharam o regresso das ordenações diaconais, sacerdotais, profissões religiosas e a administração do sacramento do crisma aos jovens e adultos.

Na diocese de Cabinda três jovens foram ordenados diáconos sábado (27/06), na paróquia de São Carlos Lwanga, trata-se de Faustino Dienze, Henrique Toco e Vicente Covi, estes jovens disseram sim ao ministério do diaconato, numa cerimónia presidida pelo Bispo da diocese D. Belmiro Chissengueti, que em nota agradeceu o empenho dos seus colaboradores e fiéis pelo êxito da celebração que obedeceu às medidas de segurança recomendadas pelas autoridades sanitárias em tempo de Covid-19.

E na diocese de Benguela três Irmãs da Congregação de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro emitiram neste domingo (28/06) as suas primeiras profissões religiosas.

“Que os jovens saibam descobrir as suas vocações, sejam perseverantes e confiem sempre na misericórdia de Deus”, foi o apelo da Irmã Rosária Cangombe, uma das religiosas que emitiu a sua primeira profissão religiosa.

O retorno das celebrações em Angola com excepção de Luanda e Kwanza Norte (por registarem casos positivos de Covid 19) ficou igualmente marcado com a administração do sacramento da confirmação (Crisma) a centenas de jovens e adultos das diocese do Lwena e Huambo, que decidiram seguir Deus como verdadeiros “soldados” de Cristo.

E para os próximos dias estão previstas quatro ordenações diaconais na diocese do Lwena, o acto terá lugar a 5 de julho, na Sé Catedral da diocese, trata-se de Ivo Mujumbo, João Nicodemos, Adelino Palanga e Satchissimile Tomé.

Já na arquidiocese de Malanje o jovem Seminarista Daniel Armando será ordenado Diácono no dia 18 de julho depois de dois adiamentos devido a Pandemia da Covid-19, a confirmação veio do arcebispo de Malanje D. Benetido Roberto que pediu orações para o futuro obreiro da vinha do Senhor.

E para o dia 16 de agosto do corrente ano está marcada a Sagração episcopal e tomada de posse do novo Bispo da diocese de Caxito, D. Maurício Agostinho Camuto, eleito pelo Papa Francisco  a 15 de junho.

A equipa organizadora já trabalha na preparação da celebração a decorrer no estádio municipal do Dande, e quanto ao número de fiéis, está salvaguardado para que haja segurança e protecção das pessoas que vão participar na cerimónia.

Será uma ordenação diferente em relação às outras tendo em conta a situação da pandemia do Coronavirus.

Por: Anastácio Sasembele – Luanda, Angola – VATICAN NEWS