Padre é sequestrado na China

De acordo com o portal de notícias AsiaNews, o padre Liu Maochun, de 46 anos, da Diocese de Mindong (Fujian), foi apreendido pelo Escritório de Assuntos Religiosos durante 17 dias por não querer integrar a Associação Patriótica Católica da China (Igreja Independente), que é submetida ao Partido Comunista Chinês (PCC). O sacerdote não é reconhecido pelo governo por ser membro da Igreja Católica “Clandestina”, que é fiel a Roma.

Continue lendo...