Bispo falece na Espanha por coronavírus

Igreja na Espanha

Dom Antonio Algora, Bispo emérito de Ciudad Real (Espanha), faleceu na quinta-feira, 15 de outubro, no Hospital de La Paz de Madri, onde foi internado depois de testar positivo para coronavírus.

Dom Algora tinha 80 anos e, segundo a Diocese de Ciudad Real, sofreu uma falência de múltipla dos órgãos por volta das 16h. Ele havia sido internado no hospital em 20 de setembro e, embora a princípio sua evolução fosse positiva, sua saúde piorou gradativamente até que passou por cuidados intensivos e morreu ontem, 15 de outubro.

“Nós o confiamos de maneira especial à Virgem Maria, a quem demonstrou tanta devoção e afeto ao longo de sua vida. Pedimos orações pelo seu descanso eterno a todo o povo de Deus, leigos, mosteiros e casas religiosas, consagradas e consagrados, sacerdotes e paróquias. O Senhor, que é bom pagador, o recompensa com misericórdia”, asseguraram da Diocese de Ciudad Real.

A Conferência Episcopal Espanhola informou que a Missa de exéquias será no sábado, 17 de outubro, às 11h, na Catedral de Ciudad Real. Devido à situação sanitária, a capacidade da catedral é limitada e só será possível comparecer ao funeral com inscrição.

Dom Antonio Ángel Algora Hernando completou 80 anos no dia 2 de outubro. Foi ordenado sacerdote aos 27 anos e, aos 45, foi nomeado bispo de Teruel y Albarracín, onde passou 18 anos.

Posteriormente, em 2003, tornou-se Bispo da Diocese de Ciudad Real. Em 2015, apresentou seu pedido de renúncia por limite de idade, o que foi aceito em abril de 2016.

Em 21 de maio de 2016, Dom Gerardo Melgar o sucedeu no cargo e foi nomeado Bispo de Ciudad Real.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Natalia Zimbrão.

POR: ACI