Bispos na Austrália pedem orações por onda de calor e incêndios florestais

Igreja

No momento em que a Austrália vive uma das mais graves ondas de incêndios florestais de sua história, os católicos do país se uniram em oração pelas vítimas e pelos servidores públicos que buscam controlar as chamas.

Os chamados à oração tem sido emitidos tanto por parte dos Bispos da nação como por parte dos fiéis que enfrentam de perto a ameaça. “Por favor, unam-se a mim para orar pelos nossos valentes bombeiros, que colocam suas próprias vidas em risco para evitar uma maior perda de vidas nos incêndios em vários estados australianos”, exortou através das redes sociais o Arcebispo de Sidney, Dom Anthony Fisher. “Lamentavelmente temos visto os bombeiros, assim como os membros do público, perder a vida neste desastre com a costa sul de Nova Gales do Sul especialmente atingida. Vamos nos unir em uma oração à Padroeira de nossa nação, Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos, para chegar a todos os que estão em perigo neste momento difícil”.

Dom Shane Mackinlay, Bispo de Sandhurst, lamentou o “impacto que os incêndios têm tido nas comunidades e pela ansiedade que está causando a ameaça de incêndio” e assegurou sua oração “por aqueles que perderam a vida, e pela recuperação segura das pessoas desaparecidas”, informou Catholic Philly. Os chamados à oração se multiplicam nos testemunhos coletados por meios de comunicação. Matthew Darlow, membro da brigada local do Serviço Rural de Bombeiros em Jingellic, destacou a importância de unir-se em oração e ação caritativa para apagar os incêndios e apoiar os afetados. “Ofereçam orações pelas pessoas que perderam a vida e por aqueles que perderam seus meios de vida para que possam reconstruir o mais rápido possível”, comentou. “E rezem particularmente pela chuva generalizada em todo o país”. (EPC)

‪GAUDIUM