Togo: Continuam suspensas as missas públicas, Bispos manifestam-se preocupados

Não faltam as dificuldades em muitas igrejas e paróquias do Togo  onde há mais de três meses estão suspensas as Missas com a participação do público e não podem, portanto, contar com as colectas dos fiéis. A preocupação foi manifestada pelo presidente da Conferência Episcopal do País, D. Benoît Alowonou que, em entrevista ao jornal “La Croix Afrique”, explicou que a suspensão das celebrações públicas tem também implicações financeiras.

Continue lendo...