Mateus Conte: Corpo intacto de Carlo Acutis começa a ser venerado em igreja italiana

Artigos/Opinião

O túmulo do jovem Carlo Acutis, que será beatificado no dia 10 de outubro, foi aberto em missa solene nesta manhã, dia 1, no Santuário da Espoliação, em Assis. A cerimônia de veneração marca o início do processo de beatificação, cuja celebração promete levar mais de três mil pessoas à cidade.

“No dia da beatificação, levaremos uma relíquia ao local da festa, mas o seu corpo ficará sempre aqui até 17 de outubro”, disse o Monsenhor Domenico Sorrentino, bispo de Assis. No mesmo período, a diocese organizou um rico calendário de eventos sobre a figura de Carlo Acutis, marcado por orações, celebrações litúrgicas e momentos culturais.

“A espera é grande e festiva”, diz Dom Sorrentino. “Não é corriqueiro para um jovem de 15 anos subir às honras dos altares, como sinal de uma vida verdadeiramente santa, cristã, enraizada no Evangelho e guiada nas pegadas de São Francisco de Assis. Este rapaz – explica o bispo – foi verdadeiramente brilhante e muitos aspectos da sua vida representam para nós uma provocação”.

A abertura do túmulo, junto com os eventos paralelos, também permitem dividir o número de fiéis que chegarão a Assis, possibilitando o atendimento às necessidades impostas pelas autoridades de saúde. “Para a beatificação são esperadas mais de 3.000 pessoas. E os pedidos de participação são contínuos, porque há tantas pessoas em todas as partes do mundo que conhecem esta história e se sentem atraídas por ela”, disse Dom Sorrentino.

Serão muitos telões que serão instalados em várias praças da cidade: do centro histórico até a igreja de Santa Maria dos Anjos, haverá um link ao vivo com as imagens do interior da Basílica. “Obviamente – diz o bispo – não há outra possibilidade de mostrar o andamento da festa a não ser permitindo que as pessoas, mesmo à distância, participem dela”.


Monsenhor Sorrentino em frente ao túmulo de Carlo. (Imagem: Reprodução/Vatican News)

Quem é Carlo Acutis

Carlo Acutis nasceu em 3 de maio de 1991, em Londres, Inglaterra, onde sua família viveu por motivos de trabalho. Anos depois, eles se mudaram para Milão, na Itália.

Com permissão especial, fez a sua Primeira Comunhão aos 7 anos e, desde então, sua vida foi marcada por um profundo amor pela Eucaristia, a qual considerava como “rodovia para o céu”.

Ele participava da Missa todos os dias e também rezava o terço, impulsionado pela sua devoção à Virgem Maria, a qual considerava sua confidente. Além disso, dava aulas de catecismo às crianças e ajudava as pessoas mais necessitadas.

Acutis também desenvolveu desde pequeno o seu talento pela informática e os adultos que o conheciam o consideravam um gênio. Aos 14 anos, ele criou websites sobre temas de fé, como milagres eucarísticos em todo o mundo.

Quando foi diagnosticado com leucemia, Carlo decidiu oferecer seus sofrimentos pelo Papa e pela Igreja Católica. Faleceu em 12 de outubro de 2006, dia da festa de Nossa Senhora Aparecida, com apenas 15 anos de idade.

POR: MATEUS CONTE