Descobrem ruínas da cidade de Betsaida, onde Jesus fez milagres

Arte/Cultura

Betsaida, na região da Galileia, é uma das cidades mais mencionadas nos Evangelhos. Mas, apesar do fato de Jesus ter realizado vários milagres ali, incluindo a multiplicação dos pães e peixes e a restauração da visão de um cego, não há consenso sobre onde estava localizada exatamente.

Segundo o jornal ABC, o arqueólogo Rami Arav, professor do Departamento de Filosofia e Religião e do Departamento de História da Universidade de Nebraska (Estados Unidos) afirma ter encontrado a localização exata desta cidade.

Suas investigações sugerem que estaria localizada a um quilômetro e meio do Mar da Galileia, na Cisjordânia, especificamente no sítio arqueológico de Et-Tell.

Este local foi estudado durante 32 anos e é onde a equipe do Professor Arav descobriu várias fortificações monumentais, armazenamento de alimentos e um portão da cidade no sítio arqueológico, que remonta, dizem eles, à Idade do Ferro e pertencem à capital de Geshur, que mais tarde se tornaria Betsaida.

Arav declarou ao Daily Mail que as descobertas também convenceram um grupo de especialistas.

Com efeito, o professor Arav se remontou até o historiador judaico-romano do primeiro século, Tito Flavio Josefo, que descreve Betsaida em alguns de seus escritos e especifica que se encontra “no baixo Golã, próximo ao estuário do rio Jordão”, algo que coincide precisamente com o sítio arqueológico Et-Tell.

Embora atualmente Et-Tell não esteja perto do Mar da Galileia, e na Bíblia Betsaida seja descrita como um lugar acessível por barco, isso pode ser devido aos movimentos tectônicos e mudanças nos níveis de água que causaram uma distância já que “o Mar da Galileia está no meio da fenda siro-africana e está sujeito a mudanças tectônicas”.

Além disso, a equipe de Arav descobriu ferramentas de pesca no sítio arqueológico.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

POR: ACI