Fake News: Ataque contra “sacerdote” em Catedral foi montagem, diz Arquidiocese

Igreja

Nas últimas horas, viralizou um vídeo no qual se vê um bando de encapuzados agredindo e retirando da Catedral de Santiago, no Chile, um homem vestido de sacerdote. Fontes oficiais da Arquidiocese indicaram que o que ocorreu foi uma montagem “para gerar impacto nas redes sociais”.

No vídeo divulgado nas redes, é possível escutar os encapuzados dizendo uma série de graves insultos contra o suposto sacerdote.

Segundo informa o site 24horas.cl, o homem foi retirado da Catedral para ser “castigado” diante das pessoas que naquela hora passavam pelo centro da cidade.

“Em relação a um vídeo que circula nas redes sociais, no qual se vê um bando ingressando à Catedral e agredindo um suposto sacerdote, informo-lhes que se tratou de uma montagem para gerar impacto nas redes sociais”, indica uma declaração de 4 de janeiro de Cristián Amaya Aninat, diretor de comunicações da Arquidiocese de Santiago.

O fato, indicou, “aconteceu por volta das 18h de ontem (sexta-feira, 3 de janeiro). Nenhum sacerdote ou fiel no templo foi ferido, embora o evento tenha gerado preocupação e medo entre os presentes”.

24horas.cl também indicou que “não há clareza sobre quem protagonizou o registro ou as motivações que levariam à realização do mesmo”.

Segundo esse mesmo meio, a polícia do Chile disse que o que aconteceu foi uma “intervenção” e não um fato que afetasse um representante da Igreja.

Esses eventos ocorreram no mesmo dia em que uma multidão incendiou a Igreja de São Francisco de Borja, em Santiago, um templo dedicado ao serviço religioso da polícia chilena, os chamados Carabineros.

ACI