Igreja na Polônia convoca dia de oração pelo Líbano

Igreja
O presidente dos bispos poloneses, Dom Gądecki, agradeceu a ajuda prestada até agora, em particular aos bombeiros e médicos poloneses que foram ao local no dia seguinte à tragédia para prestar socorro de emergência e assistência médica às vítimas da explosão.

Também a Igreja na Polônia está se mobilizando pelo Líbano. A Conferência Episcopal Polonesa (CEP) convocou para domingo, 16 de agosto, um dia especial de oração e solidariedade pelas vítimas e pelos habitantes de Beirute, devastados pela terrível explosão ocorrida em 4 de agosto passado, e que deixou pelo menos 158 mortos e mais de 6 mil feridos, deixando 300.000 pessoas desabrigadas.

Para o dia, o presidente dos bispos, Dom Stanisław Gądecki, convidou todas as igrejas a rezar pelos mortos e sobreviventes, mas também a contribuir para a arrecadação de fundos organizada pela Caritas Polônia para a emergência.

“Os sofridos habitantes de Beirute precisam de nossas orações e de nosso apoio material. Como Igreja, imediatamente lançamos os fundos disponíveis para ajuda através da Caritas Polska. No entanto, as necessidades são muito maiores. Assim como viemos em socorro das vítimas de outras tragédias, também desta vez queremos mostrar nossa nobreza de alma e expressar concretamente nosso amor fraterno”, escreve o arcebispo de Poznań em seu apelo.

Dom Gądecki também agradeceu a ajuda prestada até agora, em particular aos bombeiros e médicos poloneses que foram ao local no dia seguinte à tragédia para prestar socorro de emergência e assistência médica às vítimas da explosão.

Ao mesmo tempo, a solidariedade em favor do povo libanês das Igrejas de todo o mundo não para. O secretário-geral interino do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), reverendo Ioan Sauca, enviou uma carta aos seus membros no Líbano, na qual assegura orações “por aqueles que perderam entes queridos, pelos feridos e pelo trabalho dos ajuda”, expressando “profunda compaixão e solidariedade” e invocando a graça e o amor de Deus pelas pessoas“ que precisam de toda a ajuda humanitária possível para sobreviver a esta tragédia”.

A Federação de Igrejas Evangélicas da Itália (Fcei) abriu um canal de doações para Beirute. Os recursos arrecadados – explica a Fcei – serão destinados para apoiar financeiramente as famílias em grandes dificuldades econômicas, os grupos locais que garantem a distribuição de alimentação em bairros pobres, mas sobretudo às intervenções de saúde (internações, cirurgias ortopédicas, medicamentos), a serem realizadas, por meio do projeto Medical Hope, em colaboração também com hospitais e ONGs da região, e em apoio aos hospitais danificados para a substituição de equipamentos médicos. A explosão causou grandes estragos em quatro hospitais, incluindo o “Saint George”, principal hospital da capital libanesa.

POR: Vaticano News Service – LZ