Líbano: Sacerdote atingido por parte do teto de igreja que caiu durante a explosão passa bem

Igreja

Uma organização maronita no Líbano informou que Pe. Rabia Tehumi, um sacerdote que foi surpreendido pela forte explosão ocorrida na terça-feira, em Beirute (Líbano), enquanto celebrava a Missa, encontra-se bem.

Em 4 de agosto, a população de Beirute foi surpreendida por explosões no porto da cidade. Segundo as autoridades, a origem da primeira explosão foi um carregamento de 2.750 toneladas de nitrato de amônio desprotegido.

Até agora, a tragédia causou mais de 130 mortes e mais de 5 mil feridos, além dos danos materiais na cidade.

Durante a explosão, o vigário da paróquia de St. Maron, em Baouchrieh, Beirute, Pe. Rabia Tehumi, estava celebrando a Santa Missa, que era transmitida ao vivo nas redes sociais, quando foi atingido por uma das janelas que se desprendeu da estrutura da igreja.

Segundo indica o Semanário da Arquidiocese de São Paulo, durante a liturgia estavam o Pe. Tehumi, o pároco Pe. Marwan Moawad e alguns fiéis.

“No começo, os presentes pensaram que era um corte de energia, por isso o sacerdote continuou a celebração. De repente, houve uma explosão maior e as janelas voaram e os vidros quebraram”, disse.

A conta do Twitter em espanhol dos Maronitas no Líbano informou que Pe. Tehumi está bem, apesar de ter sido atingido e do susto por causa dos acontecimentos da tarde de terça-feira.

“O sacerdote está bem. Graças a Deus. Apenas uma pequena batida e o susto”, assinalaram na publicação.

A paróquia compartilhou em suas redes sociais fotos do estado da igreja e indicou que a estrutura sofreu muitos danos devido à força da explosão, que quebrou as janelas e as portas de ferro.

“Agradecemos a Deus que protegeu as pessoas na igreja de um desastre”, indicou.

Além disso, pediu orações pelos feridos, pelas famílias e pelas pessoas que sofrem do coronavírus que também atingiu o Líbano.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, o país tem mais de 5 mil infectados com COVID-19 e 68 falecidos pela doença.

O Patriarca Maronita de Antioquia, Dom Béchara Boutros Raï, e o núncio apostólico no Líbano, Dom Joseph Spiteri, visitaram a paróquia em 5 de agosto para verificar os danos causados ​​pela explosão.

A paróquia compartilhou em suas redes sociais fotos do estado da igreja e indicou que a estrutura sofreu muitos danos devido à força da explosão, que quebrou as janelas e as portas de ferro.

أصيبت رعية مار مارون البوشرية باضرار كبيرة جرّاء الإنفجار الذي حصل في بيروت ، وتعرض الاشخاص الذين كانوا يشاركون في نقل…

Posted by Paroisse St Maron Baouchrieh on Tuesday, August 4, 2020

“Agradecemos a Deus que protegeu as pessoas na igreja de um desastre”, indicou.

Além disso, pediu orações pelos feridos, pelas famílias e pelas pessoas que sofrem do coronavírus que também atingiu o Líbano.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, o país tem mais de 5 mil infectados com COVID-19 e 68 falecidos pela doença.

O Patriarca Maronita de Antioquia, Dom Béchara Boutros Raï, e o núncio apostólico no Líbano, Dom Joseph Spiteri, visitaram a paróquia em 5 de agosto para verificar os danos causados ​​pela explosão.

POR: ACI