Los Angeles: Transformam um ex-templo protestante em uma bela Catedral Católica dedicada a Nossa Senhora de Guadalupe

Igreja

Na quarta-feira, 17 de julho, a Diocese de Orange, em Los Angeles (Estados Unidos), inaugurou a Catedral de Cristo, uma estrutura imponente que já foi um templo evangélico e que era conhecido como a “Catedral de Cristal”.

Trata-se de um edifício que pertenceu a uma denominação evangélica e que, depois de ser comprado pela diocese, foi transformado em uma catedral católica para receber 2.100 fiéis católicos.

Segundo ‘National Catholic Register’, a inauguração da nova Catedral de Cristo será acompanhada por uma série de eventos que incluem a primeira Missa e a cerimônia de dedicação presidida pelo Bispo de Orange, Dom Kevin Vann.

“Foi uma viagem maravilhosa e agora estamos esperando a dedicação”, expressou Pe. Christopher Smith, reitor e vigário episcopal da Catedral de Cristo. Disse que a grande inauguração “é o culminar de muito trabalho duro e visão, e estamos muito emocionados”.

Nesse sentido, Pe. Smith lembrou que “a nova Catedral de Cristo é como ter um centro da cidade para a Diocese de Orange”.

“Levou anos para ser projetada e restaurada, e não servirá apenas a si mesma, mas a toda a diocese e à Igreja em geral. Fortaleceu a diocese e estamos ansiosos por sua abertura”, expressou o sacerdote.

Ao contrário de outras catedrais construídas do zero, o recinto renovado foi fundado pelo pastor Robert Schuller (1926-2015), da Igreja Reformista na América. Em 2012, Crystal Cathedral Ministries foi à falência e a Diocese de Orange comprou o local por US$ 57,5 ​​milhões e investiu mais US$77 milhões em reformas.

De acordo com Tim Busch, que lidera os esforços para adquirir e levantar fundos para a catedral, a compra do local tem “uma história absolutamente incrível”.

Ele recordou que o Bispo de Orange em 2010, Dom Tod Brown, decidiu fazer uma oferta pela propriedade a fim de construir uma nova catedral. “Não parecia concebível, muito menos possível. O bispo esteve de acordo com a ideia desde o início”.

A diocese tinha entre seus concorrentes a Universidade de Chapman, que fez uma oferta mais alta do que a diocese. No entanto, o pastor queria que o local continuasse sendo usado “para a adoração de Jesus Cristo”. Por isso, seu apoio foi decisivo para que o local fosse vendido para a Diocese de Orange.

A liturgia da dedicação que acontecerá neste dia 17 de julho inclui, além da missa, a entrega solene do edifício ao Bispo, a abertura ritual da porta de entrada, a bênção das paredes e a unção das paredes e do altar.

A Diocese de Orange tem 1,3 milhão de católicos e se tornou independente da Arquidiocese de Los Angeles em 1976. É composta de 57 paróquias, cinco centros católicos e 41 escolas. Sua última chancelaria foi no Marywood Center, em Orange, uma antiga escola católica para meninas que foi transformada em escritórios e um centro de retiro.

A chamada “Catedral de Cristal”, a mais notável entre as múltiplas estruturas de Garden Grove, não é feita, precisamente, de cristal, e seu design anterior não contemplava uma cadeira de bispo ou cátedra, de modo que também não poderia ser chamada de catedral. No entanto, este edifício se tornou o local de pregações do pastor Schuller e uma característica da comunidade.

Entre as reformas, que começaram em 2017, está a incorporação de uma “Porta do Bispo”, composta de duas portas de bronze de aproximadamente 6 metros de altura, que substitui as portas de vidro da catedral.

Também tem um mosaico da padroeira da diocese em uma de suas paredes. A arte de Nossa Senhora de Guadalupe mede 3 metros de altura por 2 metros de largura e é feita de mais de 55 mil azulejos de ouro e vidro opaco.

Da mesma forma, acrescentou-se um baldaquino, que é uma peça central que fica 9 metros acima do altar, além de um grande crucifixo. Outra reforma foi a instalação de onze mil persianas a fim de regular o calor e desviar os raios UV nos tetos e paredes. Por sua vez, Dom Vann viajou a Verona (Itália) para selecionar a pedra e o mármore utilizados para construir o altar, a cátedra, o ambão e a pia batismal.

Está prevista a realização de fases adicionais de construção para a catedral após a inauguração, que incluem a adição de uma cripta de bispos, capelas subterrâneas e columbários.

Do mesmo modo, entre as relíquias que foram incorporadas à catedral, encontram-se as do mártir vietnamita Andrew Dung-Lac, bem como as de São Junípero Serra, um missionário espanhol considerado o pai da Califórnia.

Seu design

O projeto de sua estrutura ficou a cargo do arquiteto Philip Johnson, que completou seu trabalho em 1980. O edifício foi coberto com mais de 11 mil painéis de vidro e cobria 88 mil metros quadrados de espaço.

Os terrenos do edifício também incluem outras estruturas que são usadas por ministérios católicos, como o centro pastoral diocesano (chancelaria). Há também a “Torre da Esperança”, que abriga um serviço de consultoria, um teatro, um carrilhão (campanário) com 52 sinos, a Escola da Catedral de Cristo para o ensino fundamental, jardins memoriais e o túmulo de Schuller.

Além disso, a torre tem uma área de gravação e transmissão de rádio, que se tornou o centro de transmissão da Costa Oeste para a EWTN em 2015.

Em anos anteriores, outras melhorias já haviam sido feitas. Em 2012, foram realizadas modernizações no sistema de proteção sísmica, instalação de ar condicionado e reparo de fontes.

Fonte: ACI