Mais de 70 Paróquias de Barcelona (Espanha) se consagram ao Sagrado Coração de Jesus

Igreja

Além da participação de numerosos fiéis na cerimônia de Consagração da Espanha ao Sagrado Coração de Jesus no Cerro dos Anjos, muitos fiéis da cidade participaram na Consagração das Famílias na Basílica do Tibidabo neste mês de julho.

A celebração central foi realizada no Monte Tibidabo por ser este o epicentro da Adoração Eucarística e por sua irmandade com o ‘Sacré Coeur de Paris’ na difusão da devoção ao Sagrado Coração, com a dignidade de Templo Nacional Expiatório. A Adoração se desenvolve de maneira ininterrupta desde a inauguração do templo em 1966 seguindo uma inspiração relacionada a São João Bosco.

Estes dois atos foram replicados em mais de 70 paróquias locais, segundo reportou ‘Religión en Libertad’, em celebrações que incluíram tempos de Adoração Eucarística ou Horas Santas de acordo com a iniciativa dos fiéis. A Adoração está intimamente relacionada a estas Consagrações, porque justamente os adoradores constituíram grupos de voluntários que estenderam a Consagração ao Sagrado Coração nos lares e nas paróquias.

O Santo escutava as palavras ‘Tibi Dabo’ de maneira recorrente durante sua viagem de trem à Barcelona para dirigir a fundação de um colégio. Ao final da peregrinação na cidade recebeu para sua surpresa, a cessão de uma propriedade no monte Tibidabo para levantar um Santuário ao Sagrado Coração. “Sois instrumentos da Divina Providência porque cumpris seus inescrutáveis desígnios”, exclamou o Santo. “Quando saí de Turim, pensava comigo: ‘Agora está quase terminada a igreja do Sagrado Coração de Jesus em Roma; é preciso que estude outra empresa para honrar e propagar esta salutífera devoção’. E uma voz interior me tranquilizava pensando que aqui poderia satisfazer meu desejo; era uma voz que me repetia: ‘Tibi dabo! Tibi dabo!’ Sim, senhores; com vossa ajuda em breve se levantará neste monte um majestoso santuário dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, no qual todos poderão aproximar-se dos Santos Sacramentos e será uma perpétua recordação de vossa caridade e de vosso afeto à religião católica”.

Fonte: Gaudium