Menino pobre nigeriano que dançava debaixo de chuva ganha bolsa para estudar dança clássica nos EUA

Viral

Quando o vejo dançando, eu me sinto feliz”, diz a mãe de Anthony Mmmesoma Madu, um garoto de 11 anos que surpreendeu as redes sociais com um vídeo que mostra seu dom para o balé.

Ele publicou um vídeo em que era possível vê-lo executando alguns passos de balé debaixo de chuva. No cenário, poças de água sobre o cimento irregular, caixas empilhadas e muros sem pintar. Mesmo assim, o garoto elevava seus braços e rodopiava com elegância.

O vídeo correu rapidamente pelas redes sociais e foi visto pela atriz Viola Davis, que ganhou o Óscar em 2016 pelo filme “Um limite entre nós”. Em uma rede social, ela postou o vídeo e legendou: “Me lembro da beleza de minha gente. Criamos, remontamos, podemos imaginar, temos uma paixão desatada e amamos… apesar dos brutais obstáculos que se colocam à nossa frente! Nossa gente pode voar!”

Em meio ao grande sucesso que o vídeo fez mundo afora, Anthony recebeu uma grande notícia: o American Ballet Theater vai pagar sua viagem a Nova York para que ele possa estudar dança de graça.

Garotos e garotas no balé

Anthony frequenta a escola de balé Leap Dance, de Lagos, na Nigéria, que está comprometida a dar oportunidade aos garotos, a fim de que eles também possam praticar a dança. “É para meninos e meninas”, diz Anthony. Uma publicação do perfil da escola no Instagram  ainda lembra que quando o balé nasceu, há 400 anos, foi criado para os homens.

A escola também fala sobre a importância dos pais incentivarem que seus filhos homem a dançar. “Falamos da perspectiva da Nigéria, onde a maioria dos meninos são matriculados na escola para conseguir um trabalho de ‘colarinho de camisa’, e nunca para se transformarem em bailarinos. Esperamos que as mães inspiradoras e que dão apoio a essa ideia, como a mãe de Anthony, permitam a descoberta de talentos nos garotos em tenra idade”.

View this post on Instagram

As a dance school in Africa, and Nigeria to be precise our academy stands to educate our audience that ballet is here to stay; "It's for both boys and girls'' said Anthony Mmmesoma Madu. (When ballet was created 400 years ago, it was created for men. Men were the first dancers. a @collagedance ) Special shoutout to all parents who have have allowed their boys to dance. Speaking from the Nigerian perspective most children are enrolled in school to have a white collar job but never to become a dancer. We hope supportive and inspirational mom like Anthony's mom has given us a reason for early child talent discovery. We are the Nigerian ballet school. A heartfelt thank you to our partners @blacksinballet @ingridsilva @jmentzos @fabiocmariano @m.s.t_dance_center @ruangaldino @travelingtutusinc @fernandomontan0 @thalemawilliamsstudiosusvi @grishkoworld @nikolayworld @bbcnews @graceekpu @balletnoire @abtschool @hurkmanslinda @katwildish #boys #blackboydancetoo #boyswillbeboys ##boyscan #blackboysrock #blackdancers #goboy #dancer #blacklivesmatter #qualityaboveall #nigerianballetschool #nigeria #leapofdanceacademy #vocationaltraining #boys #dancingintherain #viralvideo #vocationalballetschool #goon #bbc #bbcafrica #bbcnews #2020

A post shared by Leap of Dance Academy (@leapofdanceacademy) on

POR: ALETEIA