Nigéria: Padre é assassinado na região de Taraba, ao todo foram mortos 3 padres no país em 2020

Igreja na África

Em 29 de agosto, o jovem pai David Tanko foi preso por homens armados a caminho da aldeia Takum, no leste da Nigéria, no estado de Taraba.

Ele estava programado para participar de uma reunião para negociar um acordo de paz com o objetivo de encerrar a violenta crise entre os povos Tiv e Jukun na região. Segundo fontes locais, os criminosos, possivelmente pertencentes a uma milícia Tiv, mataram o padre David Tanko, antes de colocarem fogo no corpo do padre e em seu carro. Padre David Tanko oficiou na paróquia de São Pedrode Amadu.

O estado de Taraba enfrentou um surto de episódios de violência nas últimas semanas. O conflito étnico entre Jukun e Tiv, que remonta à época da colonização britânica, se intensificou desde 1º de abril. Uma série de invasões nas aldeias das duas populações resultou em mortes e saques. A violência também se espalhou para o estado vizinho de Benue.

Desde o início do ano, ele é o terceiro sacerdote assassinado na Nigéria e o décimo primeiro sacerdote assassinado na África.

POR: CHRISTIANPHOBIE // VATICAN NEWS