Novas restrições devido a covid em Madrid afetam a capacidade das igrejas

Igreja na Espanha

A Comunidade de Madrid (Espanha) anunciou novas restrições em algumas áreas devido ao aumento dos casos COVID, que entram em vigor hoje, segunda-feira, 21 de setembro.

Especificamente, 37 áreas de Madrid são afetadas por essas restrições, nas quais há uma maior incidência de casos de cobiça.

Por isso, nessas áreas a capacidade dos templos é reduzida a um terço, enquanto no restante da comunidade fica em 60%, mas sempre garantindo a distância mínima.

Esses regulamentos regionais serão revistos a cada 15 dias e também indicam que as reuniões são limitadas a um máximo de 6 pessoas, até agora era um máximo de 10.

Por meio de sua conta no Twitter, o cardeal Carlos Osoro incentivou a responsabilidade nessa delicada situação.

“Mais do que nunca, encorajo você a tornar o que somos e temos disponível para os outros. A pandemia obriga-nos a cuidar uns dos outros, conscientes de que somos irmãos. Rezo especialmente por todo o povo de Madrid “, disse ele em um tweet publicado em 18 de setembro.

Além disso, da Arquidiocese de Madrid lembram que junto com o controle da capacidade, o uso de máscara é obrigatório, as bacias de água benta permanecem vazias e é oferecido gel desinfetante.

Além disso, o gesto de paz foi substituído por um sem contato; a comunhão é recomendada na mão; os coros são evitados, reduzindo a música a um único cantor; As folhas da paróquia ou qualquer outro objeto não são distribuídas, e a cesta de coleta não é passada durante o ofertório, mas na saída da missa.

POR: ACI PRENSA