O Advento de Cristo é o Anseio da Alma Humana

Artigos/Opinião

Estamos no tempo litúrgico do advento, representado pela cor roxa (a mesma cor da quaresma por ser um tempo de penitência), é o tempo de uma espera, a espera de Jesus Cristo, Cristo Encarnado. Este tempo de espera é também o anseio da alma humana que deseja seu Salvador.

A vinda de Cristo trás o reino de Deus, Deus que se fez carne, Deus que desceu à Terra, a vinda de Cristo é também Deus que vêm ao mundo para participar da história humana como o protagonista de um enredo de Salvação já desejado pelo homem; “Eu dormia, mas meu coração velava”, diz a Esposa dos Cânticos, esta esposa é a Humanidade a espera de Deus, ferida pelos guardas da cidade por esperar seu Esposo Prometido para Regenerá-la, adorná-la com glória maior que a anterior ao pecado original. Essa Esposa hoje é a Igreja, Obra de Cristo Encarnado, o Esposo prometido à Alma  humana.

Sem compreender os anseios do coração do homem é improvável viver a graça de ouvir a voz D’Aquele que a chama, o tempo do Advento é sobretudo essa busca de olhar para dentro de si e ver, ouvir, sentir o Cristo Encarnado que gera dentro de si a Redenção da amizade com Deus.

Thiarles Sosi;