Papa Francisco chega a Madagascar, segunda etapa de sua visita à África

Igreja na África

O Papa Francisco já está em Antananarivo (capital de Madagascar), a segunda etapa de sua viagem apostólica na África, depois de ter visitado Moçambique, desde 4 de setembro.

O Santo Padre viajou no avião da empresa LAM (Linhas Aéreas de Moçambique) de Maputo para a capital de Madagascar por quase 3 horas e viajou 1.725 quilômetros.

Na chegada, nesta sexta-feira, 6 de setembro, às 15h30 (hora local), o Papa foi recebido no aeroporto de Antananarivo pelo presidente da República e sua esposa, duas crianças vestidas com trajes tradicionais e pelos Bispos de Madagascar.

A cerimônia de boas-vindas foi realizada no próprio aeroporto com a guarda de honra e um grande coral que entoou canções tradicionais de boas-vindas.

Esta é a quarta viagem que o Papa Francisco faz à África e, depois de Moçambique e Madagascar, também fará uma breve visita a Maurício.

Estadia em Moçambique

Durante sua estadia em Moçambique, o Santo Padre teve muitas atividades. Encontrou-se em Maputo com as autoridades civis, com fiéis da Igreja Católica na Catedral, participou de um encontro inter-religioso com jovens do país e celebrou uma Missa multitudinária no estádio de Zimpeto.

O Pontífice também se reuniu na Nunciatura Apostólica com fiéis da Diocese de Xai-Xai afetada por um forte ciclone em 2000, com jovens que participaram em projetos de Scholas no país e com os religiosos jesuítas que moram em Moçambique.

Além disso, o Santo Padre visitou o Centro Mateus 25, que recebe pessoas da rua e, em 6 de setembro, antes de celebrar a Santa Missa no estádio de Zimpeto, o Papa Francisco visitou o centro médico Dream da Comunidade de Sant’Egidio, onde abençoou pessoas doentes com AIDS.

Atividades em Madagascar

Após a cerimônia de boas-vindas no aeroporto hoje, no sábado, 7 de setembro, o Santo Padre fará uma visita de cortesia ao presidente no Palácio de Iavoloha e, ao finalizar, terá uma reunião com as autoridades, a sociedade civil e o corpo diplomático no Palácio de cerimônias (“Ceremony Building”), onde pronunciará um discurso.

Posteriormente, o Papa irá a um mosteiro das Carmelitas descalças e rezará a hora média com elas. Após o almoço na Nunciatura, o Santo Padre irá à Catedral de Andohalo para se encontrar com os bispos de Madagascar.

Ao concluir, rezará no túmulo da beata Victoire Rasoamanarivo e, à tarde, fará uma vigília com jovens no campo diocesano de Soamandrakizay.

No domingo, 8 de setembro, o Papa Francisco celebrará a Santa Missa no campo diocesano de Soamandrakizay, almoçará com a comitiva papal na Nunciatura e à tarde visitará a cidade da amizade de Akamasoa.

Mais tarde, presidirá uma oração com os trabalhadores em Mahatzana e se encontrará com os sacerdotes, religiosos, religiosas, consagrados e seminaristas no Collège Saint Michel.

No dia seguinte, segunda-feira, 9 de setembro, viajará para Maurício durante o dia e, na terça-feira, 10 de setembro, voará de Madagascar para a Itália. O pouso está programado no aeroporto de Roma Ciampino às 19h, para voltar depois ao Vaticano.

ACI