Papa: Que a Mãe de Deus ajude a humanidade a vencer o coronavírus

Igreja

Na Audiência Geral desta quarta-feira, 12 de agosto, o Papa Francisco rezou para que a Virgem Maria, Mãe de Deus, “ajude a humanidade a vencer o coronavírus”.

Assim indicou o Santo Padre na saudação aos fiéis poloneses e, em particular, disse que acompanha espiritualmente as centenas de peregrinos que caminham de Varsóvia, Cracóvia e outras cidades ao Santuário de Nossa Senhora de Czestochowa.

«Que esta peregrinação, feita com cautela por causa da pandemia, seja um tempo de reflexão, oração e fraternidade na fé e no amor para todos», frisou o Papa.

Além disso, o Santo Padre lembrou que no dia 15 de agosto se celebrará o centésimo aniversário do “Milagre do Vístula” que foi uma “vitória histórica do exército polonês” que atribuem “à intercessão de Maria”.

Por isso, o Papa acrescentou que “hoje a Mãe de Deus ajude a humanidade a vencer o coronavírus, e a vocês, a suas famílias e ao povo polonês, assegurou-lhes abundantes graças” e lhes concedeu a bênção.

O Papa Francisco visitou o Santuário de Jasna Góra em julho de 2016, onde teve um momento de oração diante de Nossa Senhora de Cezstochowa, Padroeira da Polônia, a quem presenteou com uma “rosa de ouro”.

Nossa Senhora de Cezstochowa também é conhecida como a Virgem Negra. Segundo a lenda, a imagem foi pintada por São Lucas Evangelista sobre as tábuas da mesa usada pela Sagrada Família.

Jasna Gora é o santuário mais conhecido da Polônia e o destino de numerosas peregrinações.

Sua importância na vida do país foi destacada em 1997 por São João Paulo II. “Jasna Góra é o santuário da nação, seu confessionário e seu altar. É o lugar da transformação espiritual, da conversão e da renovação da vida dos poloneses”, disse o Papa polonês durante sua visita.

POR: ACI