Peçamos a São João Paulo II que interceda pelo fim do coronavírus, incentiva Cardeal

Igreja

O Cardeal Stanislaw Dziwisz, que foi secretário pessoal do Papa João Paulo II por mais de 40 anos, pediu aos fiéis que acendam hoje uma vela e peçam ao santo polonês que interceda pelo fim da pandemia do coronavírus em todo o mundo.

“Peço a vocês, queridos irmãos e irmãs, que nos unamos novamente a ele no 15º aniversário do trânsito de João Paulo II à Casa do Pai. Peço-lhes que não falte ninguém nesta comunidade espiritual, no dia 2 de abril às 21h37. Que nossa oração de confiança se eleve ao céu”, incentivou o Purpurado polonês.

O horário corresponde às 16h37 de Brasil, Chile e Argentina; 20h37 de Portugal; 13h37 de México, Costa Rica e Nicarágua; 14h37 de Peru, Equador e Colômbia; 15h37 de Miami; e a mesma hora da Polônia na Espanha e Itália.

“Quando há 15 anos, São João Paulo II partiu à Casa do Pai, na Praça de São Pedro, nas igrejas e capelas ao redor do mundo, nas praças da cidade e nos cruzamentos das estradas, houve uma grande vigília de oração de milhões de corações humanos. Nossas ruas e templos se encheram do sussurro silencioso de pessoas que rezavam e queriam estar juntas neste dia. Uniram-se ao Papa moribundo para acompanhá-lo com seu amor e, assim, agradecer o presente de sua vida e santidade”, lembra o Cardeal.

Agora, com as ruas desertas por causa da quarentena pelo coronavírus, o Purpurado polonês afirma que “nos sentimos órfãos, mas podemos nos fortalecer mutuamente e buscar consolo em Deus, que é a fonte da Vida”.

“Podemos, como naquele momento, ser capazes de permanecer no amor mútuo, na dor e no desejo comum a todos nós? Podemos buscar esperança e tirar forças da verdade que hoje não podemos encontrar fisicamente, mas nossa comunidade é real e existe apesar das portas fechadas de nossas casas?”, pergunta o Cardeal Dziwisz.

Por outro lado, a conta no Twitter do Episcopado Polonês informa que uma vigília de oração já está sendo realizada no Santuário de Jasna Gora para pedir pelo fim da pandemia.

Para hoje, o Cardeal propõe a seguinte oração:

Deus Todo-Poderoso, diante da pandemia que afetou a humanidade, renovamos com zelo o ato de confiar em Tua misericórdia, como fez São João Paulo II. A ti, Pai misericordioso, confiamos o destino do mundo e de cada pessoa. Humildemente te rogamos.

Abençoa todos aqueles que trabalham duro para que os doentes sejam tratados e os saudáveis ​​protegidos contra o contágio. Restaura a saúde das pessoas afetadas, dá paciência às pessoas em quarentena e leva os mortos para o teu lar.

Fortalece o sentido de responsabilidade das pessoas saudáveis ​​por si mesmas e pelos demais, para que observem as restrições necessárias e ajudem os necessitados.

Renova nossa fé para que possamos superar os momentos difíceis com Cristo, seu Filho, que se fez homem por nós e está conosco todos os dias.

Derrama teu Espírito sobre nossa nação e o mundo inteiro, para que aqueles que se uniram na luta contra a doença também se unam para louvar a Ti, Criador do universo, e, assim, lutar com zelo também contra o vírus do pecado que destrói os corações humanos.

Pai Eterno, pela dolorosa paixão e ressurreição de Teu Filho, tende piedade de nós e do mundo inteiro.

Maria, Mãe da Misericórdia, rogai por nós.

São João Paulo II, Santa Faustina e todos os santos, rogai por nós.

Amém.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.