Pedem orações por 4 seminaristas sequestrados na Nigéria

Igreja

No último dia 8 de janeiro, quatro seminaristas do Seminário Maior do Bom Pastor, em Kaduna (Nigéria), foram sequestrados por um grupo de homens armados e com vestimentas militares.

A Conferência Episcopal regional da África Ocidental está trabalhando com as agências de segurança do país para garantir a libertação dos seminaristas e pediram orações para que isso ocorra logo.

Os homens armados entraram às 22h3 no Seminário, onde estavam os 268 seminaristas que vivem no local e, em apenas 30 minutos, conseguiram sequestrar quatro deles.

No sábado, 11 de janeiro, os sequestradores entraram em contato com as famílias, “mas não pediram nenhuma quantia em dinheiro como resgate”.

Embora nas redes sociais tenham sido publicadas fotos dos seminaristas sequestrados, não foram divulgadas suas identidades por motivos de segurança, mas se sabe que pertencem a diferentes dioceses do norte da Nigéria.

Em declarações a ACI África, uma fonte assegurou que este sequestro “infelizmente é uma continuação da séria de estratégias do Boko Haram”, pois é um de seus “modus operandi”, embora “agora sejam chamados de bandidos, sequestradores, pistoleiros…”.

Através de sua conta de Facebook, a Conferência Episcopal da Nigéria pediu orações pela libertação dos seminaristas e a prisão dos “autores deste ato covarde”.

Os sequestros de cristãos, especialmente de sacerdotes, se multiplicaram nos últimos meses, uma situação que levou líderes da Igreja a expressar suas sérias preocupações por seus membros e pedir ao governo que priorize sua segurança.

Publicado originalmente em ACI África. Traduzido e adaptado por Natalia Zimbrão.

ACI