Sacerdote é assassinado na Nigéria

Igreja na África

Na noite da última quinta-feira, 1º de agosto, um grupo de homens armados mataram ao Padre Paul Offu, sacerdote nigeriano. Ele foi o 13º sacerdote assassinado no mundo neste ano de 2019.

Atualmente, a Nigéria sofre altíssimas tensões com a situação dos pastores nômades da etnia Fulani e de religião islâmica que fogem da desertificação e que, para conseguir as terras dos agricultores usam a violência.
De acordo com informações divulgadas pela Diocese de Enugu, um grupo de homens armados teria atacado e atirado no pároco de Saint James the Greater (Ugbawka), após o Padre ter se negado a parar seu carro em meio à uma estrada em Awgu. Nesta mesma região de Enugu, um outro sacerdote (Padre Clemente Ugwu) foi encontrado morto, após três dias de sequestro, no dia 20 de março deste ano.

Confrontos realizados em junho de 2018 provocaram ao menos 100 mortes no Estado de Plateau, e outras 400 vítimas em Beneue. Os Bispos Católicos das áreas mais atingidas fizeram apelos ao governo central e ao chefe de Estado, Buhari, da etnia Fulani, pedindo para terminar com os ataques, o que até agora não foi atendido.

Fonte: Gaudium