Seminarista colombiano com doença terminal será ordenado sacerdote

Igreja

Um jovem seminarista com doença terminal receberá a ordenação diaconal e sacerdotal nos próximos dias na Colômbia, depois de uma consulta realizada ao Vaticano.

Trata-se de Diego Omar Peña Navia, um jovem seminarista da Diocese de Garzón, Huila (Colômbia), que será ordenado diácono em 21 de agosto e sacerdote no dia seguinte.

“Diego Omar será ordenado antes de concluir todo o seu tempo de formação, porque há vários meses está sofrendo com uma doença terminal, que o uniu e configurou de maneira especial ao nosso Senhor Jesus Cristo, morto e ressuscitado”, menciona o comunicado da Diocese de Garzón.

Devido à situação delicada do seminarista, o Bispo de Garzón, Dom Fabio Duque Jaramillo, consultou a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos sobre a possibilidade de conceder-lhe a ordenação diaconal e sacerdotal.

“A razão fundamental desta decisão tomada pelo Senhor Bispo e que a Igreja universal confirmou descobre nele o chamado do Senhor a ser presbítero; não apenas para esta vida, mas também para a eternidade”, assegurou. Do mesmo modo, afirmou que o seminarista “dá os sinais da fé para receber o sacramento da Ordem”.

A Diocese de Garzón convidou a comunidade para participar das celebrações. Diego Peña será ordenado diácono na quarta-feira, 21 de agosto, às 10h, na Capela do Seminário Maior Diocesano; já a ordenação sacerdotal ocorrerá na quinta-feira, 22 de agosto, na Igreja Catedral de São Miguel Arcanjo de Garzón.

“Deus chama e coloca em quem Ele escolheu muitos de seus tesouros de graça e amor. Com o desejo de servir ao Senhor da vida, muitos homens e mulheres começam os processos de formação para consagrar toda a sua vida na Igreja ao serviço de Deus”, assinalou a Diocese.

Nesse sentido, recordou que “o Senhor mostra de modo particular o caminho da cruz para muitos de seus escolhidos para chamá-los a configurar-se plenamente com seu mistério de entrega e amor, um itinerário que o próprio Jesus percorreu para nos dar exemplo e nos ensinar a maneira como temos que enfrentar o caminho da vontade de Deus”.

“Este é o caso de Diego Omar, que foi visitado pela enfermidade e teve a oportunidade de viver em sua carne a entrega amorosa de Deus pela humanidade, configurando-se plenamente com o mistério da Cruz”, explicaram.

Peña poderá ser ordenado diácono e sacerdote, apesar de não ter concluído os estudos do seminário. “Este é um acontecimento de fé que envolve todos os batizados em oração e louvor a Deus que concede um novo sacerdote à nossa Igreja Particular”, indicaram.

“A maturidade em sua vida cristã e a maneira como enfrentou sua doença são um sinal para a comunidade cristã do chamado do Senhor ao Sacerdócio”, assinalou a Diocese.

Diego Omar ingressou no Seminário Conciliar Maria Imaculada de Garzón em 1º de fevereiro de 2015 e atualmente está no terceiro ano de Filosofia.

ACI