Mentiras Televisivas

O leitor assíduo já deve ter notado que a maior parte do material deste blog consiste em comentários. Comentários a respeito da sagrada escritura, comentários sobre livros, filmes, séries, doramas, animes etc. E, entre tais comentários uma ou outra ideia original me vem a mente, de modo que com o tempo espero eu conseguir construir algo ao qual possa chamar de “minha filosofia”.

Continue lendo...

Do Trono e Altar

Existem processos sociais e históricos que muitas pessoas consideram como “superados”, talvez por que degeneraram-se em outra coisa, que é o caso das tradições populares, ou quem sabe tornaram-se “impraticáveis” em uma ordem social individualista e racionalizada, como o caso das vizinhanças.

Continue lendo...

Da ordem política tradicional ao estado de massas

A natureza deste estudo surge da necessidade de debatedores, principalmente em terras brasileiras, sobre os chamados corpos intermediários. Apesar de muitas dessas instituições serem estudadas nas diversas áreas das ciências humanas, são pouquíssimos os que compreendem seu papel na ordem política tradicional. Sem compreender sua natureza há uma tendência entre estes estudiosos a naturalizar o Estado Moderno ou fazer um juízo de valor colocando a ordem política tradicional como uma coisa superada.

Continue lendo...

Como a Razão prova a Existência de Deus

São Tomás de Aquino nos deu 5 vias para chegar à Deus pela razão. E esta é uma das belezas do Catolicismo: chegar à fé pela razão , que por fim, se unem e comprovam que nunca houve, na Cosmovisão Católica, uma separação entre elas. É natural que nos perguntemos e duvidemos do que é raso em questões metafísicas e existenciais. Muitos amam e vivem apelas pelo sensorial, mas temos também o suporte da razão e da inteligência, que, unidos à fé nos levam a patamares ainda mais avançados na compreensão de Deus e da nossa existência.

Continue lendo...

Os anticristãos sorrateiros

O Especial de Natal da Netflix, me levou à uma reflexão sobre a influência anticristã no mainstream e a indigesta “cultura popular” propagada aos brasileiros, que são vencidos pelos recalcitrantes interessados. Embora seja um material desprezível aos Católicos, assaz vezes, ao tentar ser anticristão, o interlocutor, acaba por fazer uma afirmação que só um Cristão bem informado faria. 

Continue lendo...