Viktor Orbán: 4 em cada 5 pessoas perseguidas por sua fé são cristãs e a Europa permanece em silêncio

O primeiro ministro da Hungria Viktor Órban teceu críticas a comunidade européia pelo silêncio sobre a perseguição aos cristãos no mundo. Órban participa de uma grande conferência que está ocorrendo em Budapest para debater e expor a perseguição ao cristianismo no mundo e a principalmente a Igreja Católica.

Continue lendo...