VIRAL: Inspirado em educação católica, empresário dá 10 milhões de dólares a funcionários

Igreja Viral

Inspirado em sua educação católica, o CEO e fundador da empresa imobiliária norte-americana St. John Properties, Edward St. John, decidiu doar 10 milhões de dólares de seus lucros para seus 198 funcionários, como um bônus de Natal.

Além do bônus regular de fim de ano da empresa, o bônus adicional anunciado para cada trabalhador será de acordo com os anos de serviço. Um funcionário receberá em média 50 mil dólares, mas os mais antigos poderão receber até 250 mil dólares.

“A generosidade de um empresário de Baltimore se tornou viral. O CEO Edward St. John é conhecido por sua filantropia, que, segundo ele, foi inspirada em sua educação católica. St. John disse que aprendeu a importância de retribuir quando era adolescente na Mount St. Joseph High School”, comentou a Arquidiocese de Baltimore sobre o caso na terça-feira, 10 de dezembro, através do Twitter.

A surpresa do anúncio foi revelada em um restaurante no estado de Maryland onde celebrava, junto com todos os diretores e empregados a recente conquista da companhia: ter construído 20 milhões de pés quadrados de escritórios, lojas, armazéns e outros espaços em oito estados, segundo assinala o meio local ‘The Baltimore Sun’.

Durante seu discurso, St. John, de 81 anos, disse que achava que demoraria quase 40 anos para atingir seu objetivo, mas levou apenas 14 anos. Foi nesse momento que o CEO agradeceu aos seus colaboradores e anunciou que concederia um bônus de 10 milhões de dólares.

“Queria celebrar e torná-lo significativo para as pessoas que o fizeram. Eu lidero o barco, mas são eles que o dirigem”, disse St. John em um vídeo do anúncio.

O mesmo vídeo mostra vários funcionários em estado de choque, chorando e se abraçando, incapazes de acreditar no que aconteceu. Cada um deles abriu um envelope indicando o valor do bônus que receberia.

Um dos trabalhadores disse que começou a trabalhar na empresa como recepcionista, foi para a universidade enquanto avançava e começou a subir, fazendo com que seu tempo na empresa “valesse a pena”. Outros disseram que o bônus “mudou suas vidas” para sempre.

ACI